Páginas

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Vídeo: Souza Cruz quer impedir na Justiça comercial contra o cigarro

Um dos cartazes da campanha 'A indústria do tabaco precisa de limite', da ACT

A fabricante de cigarros brasileira Souza Cruz acionou a Justiça do Rio de Janeiro para retirar do ar um comercial de TV de 30 segundos e o site de uma campanha que querem proibir a venda de cigarros em caixas de bares, padarias e supermercados, informou a Folha de S. Paulo.
No comercial, uma mãe está conversando com crianças dentro de um carro a respeito de produtos que são vendidos em padarias. Ao ouvir uma das crianças mencionando o cigarro, outra diz que isso não pode. “Pode, sim. Tem em cima do chiclete”, diz o menino.
A mãe, por sua vez, coloca-se contra a venda de cigarros nesses estabelecimentos quando entra a mensagem: “A indústria do tabaco vem cada vez mais camuflando seus produtos e adicionando sabores para atrair crianças e adolescentes no consumo do cigarro. Ajude a mudar essa situação”.

A Souza Cruz considerou o vídeo “inverídico” (assista abaixo). “Afirmar que há uma estratégia especialmente montada para fomentar o consumo de cigarros por crianças e adolescentes significa, em termos práticos, dizer que a requerente (Souza Cruz) está desrespeitando a venda de cigarros a menores de 18 anos”, disse o advogado Sergio Bermudes no pedido judicial.
O grupo responsável pela campanha contra o cirgarro é Aliança de Controle ao Tabagismo (ACT), que lançou em 29 de agosto, Dia Nacional de Combate ao Fumo, a campanha publicitária ‘A indústria do tabaco precisa de limite’. A iniciativa é financiada pela Tobacco Free Kids, por meio de recursos da Iniciativa Bloomberg. A campanha conta com a parceria da Fundação do Câncer e foi criada pela agência EURO/RSCG Contemporânea.

Fonte: Portal Imprensa via Verdade Gospel

Assista ao vídeo da campanha:


Nenhum comentário:

Postar um comentário