Páginas

terça-feira, 3 de abril de 2012

Homem é preso por insultar Maomé no Twitter


 
Homem é preso por insultar Maomé no Twitter

O Estado do Golfo Árabe, nos emirados Árabes, prendeu um homem no Kuweit por ter encontrado em sua conta do Twitter ofensas ao profeta Maomé.
A legislação local publicada em 1961 considera a blasfêmia ilegal e por isso o homem que não foi identificado foi levado para a prisão. Mas ao contrário da Arábia Saudita que decreta a pena de morte para quem insulta o profeta maior do Islã, o Kuweit vai interrogar o homem e em caso condenação ele continuará preso.
O comunicado na agência de notícias estatal KUNA disse que além de Maomé o acusado também difamou seus companheiros, esposa e a fé islâmica. Diante do caso o Ministério do Interior “lamentou o abuso das redes sociais por alguns indivíduos para ofender valores básicos e espirituais do Islã e jurou não ter tolerância nenhuma para combater ofensas tão sérias”, segundo nota enviada para a imprensa local.
Os periódicos informaram que o homem negou as acusações dizendo que foi vítima de hackers. “Eu nunca vou atacar o profeta sagrado”, disse ele dizendo que teve sua conta do Twitter invadida.

Com informações Info via Gospel Prime

Nenhum comentário:

Postar um comentário